Certificado Digital

Todo pequeno empreendedor busca mecanismos para oferecer bons serviços a seus clientes, principalmente se esse cliente deseja ter uma nota fiscal ou mecanismos para fazer a devida prestação de contas, por isso, você nesse artigo vai conhecer um pouco mais sobre Certificado Digital!

Certificado Digital

Essa é uma tendência que vem crescendo a cada dia, Certificado Digital, onde uns definem essa tendência como um arquivo que tem como intuito ser uma identidade virtual, e nesse caso, o arquivo seria uma comprovação por meio eletrônico podendo esse ser utilizado por pessoa jurídica ou física permitindo que exista as devidas garantias por meio das transações na sua autenticidade e também na proteção e troca de informações.

Existe outra definição, o Certificado Digital nada mais é do que a identidade de uma pessoa física ou também de pessoa jurídica fazendo assim o devido uso de uma assinatura eletrônica para que esse possa ter seus contratos, notas fiscais devidamente regulamentada.

Essa possibilidade de emitir as notas teria a devida apuração por parte dos órgãos competentes como é o caso das prefeituras em seu âmbito municipal ou mesmo do Sefaz para todas as informações estejam de fato corretas e que sejam verídicas.

Saiba como funciona o Certificado Digital ou para quer serve

Ciente de que a definição já estar esclarecida no tópico anterior, é importante saber para que serve ou como funciona o certificado digital. Dessa forma, o certificado além de garantir a identificação, permite também que o seu usuário tenha assim uma assinatura podendo esse ser pessoa jurídica ou física e ainda tento a devida validação jurídica e também fiscal.

Esse recurso funciona quando o usuário decide fazer a emissão da nota fiscal, em seguida, é possível que no documento contenha todas as informações como a assinatura e os códigos de validação, cada um tem a sua validação de maneira única e específica.

É importante que o solicitante saiba que caso deseje fazer algum tipo de alteração, o código de validação será modificado se tornando “inválido”. Essa maneira de proceder é importante para que logo após o Sefaz ou as prefeituras possam fazer as devidas coletas de informações e não encontre irregularidades.

Por isso, que o certificado digital tem como finalidade fazer a devida prestação de conta ou colhimento das informações essenciais, e com o certificado digital, é possível que o certificado sirva como base para assinar contratos por exemplo.

Leia também:

Tipos de Certificado Digital

Existe os tipos de certificados digitais e elas vão variar de acordo com seu tipo de aplicação e também de sua característica. Existe três tipos de certificação digital, que são: Assinatura Digital, Sigilo/Confidencialidade e ainda, Carimbo de Tempo.

  • 1 – Certificado Tipo A (Assinatura Digital)

Esse é o tipo mais popular entre seus usuários, isso porque é pela Assinatura Digital que serve para que determinados documentos tenham as devidas assinaturas digitais e, com ele, é possível identificar quem é realmente seu assinante.

Esse tipo sãoos mais recomendados para os profissionais liberais, onde esses recursos permitem otimizar as atividades e reduzir em percentual os custos. E ainda tem uma validade de quase 1 ano.

  • 2 – Tipo S (Sigilo ou Confidencialidade)

Esse recurso ou tipo de certificado é importante, como o próprio nome diz “sigilo”, esse permite que existe o sigilo nas transições, onde é feito a criptografia de um determinado documento onde esse só poderá ser aberto caso o arquivo tenha de fato certificação digital.

E ainda, o documento mantém seu status de “sigilo” e ainda será de consulta restrita, inibindo que todos tenham acesso as informações. É muito usado por empresas, que ainda permite oferecer mais dinamismo, isso porque é possível arquivar ou mesmo armazenar e as informações serão disponibilizadas apenas para pessoas com total autorização.

  • 3 – Tipo T (Carimbo do tempo)

Esse é um tipo de certificação bem conhecida, pode ser chamada também de timestamp. Esse tipo T é utilizado pelo fato que ao ser emitido um documento eletrônico em uma parte que é bem confiável, isso porque, o seu procedimento é feito pela data e hora, essas informações são preciosas.

Ao fazer uso desse tipo, é possível validar algumas informações ou mesmo o próprio documento garantindo a veracidade das informações e sua temporalidade.

Como fazer um certificado digital – passo a passo completo

Se você tem interesse em ter o seu certificado digital, fique sabendo nesse artigo como fazer a sua solicitação, principalmente para as pessoas de caráter jurídico, confira:

  • Acesse o site da Autorizadora de Certificação;
  • Clique na aba de Agendamento;
  • Marque seu horário e dia de comparecimento no site;
  • Forneça todas as informações necessárias e sempre clique em avançar;
  • Ao termina o procedimento e clique em Concluir.

Feito esse procedimento inicial, o solicitante deverá fazer o pedido chamado de Validação Biométrica, e nesse caso é exigido o comparecimento na unidade para assim nas etapas seguintes obter o RA – Autoridade de Registro.

Quais são as autoridades certificadoras da ICP-Brasil?

Certificado Digital

Embaixo são algumas ACs mais famosas e eminentes no país, elas são:

  • SERPRO – Serviço Federal de Processamento de Dados
  • CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
  • SERASA EXPERIAN
  • RECEITA FEDERAL DO BRASIL
  • CERTISIGN
  • VALID CERTIFICADORA DIGITAL
  • CASA DA MOEDA DO BRASIL
  • SOLUTI CERTIFICAÇÃO DIGITAL
  • AC DIGITALSIGN
  • AC BOA VISTA
  • AC SAFEWEB
  • AC DEFESA

Por isso que o solicitante deve estar atento, isso porque a validação só poderá ser feita de acordo agendamento e confirmação das informações.

Conclusão

O site que faz a divulgação das autoridades certificadas se encontre pelo site do ITI, por isso, é importante que todo solicitante entre no site para ter mais conhecido.

Também é importante frisar que a certificação digital tem a vantagem de fazer ou receber envios pela internet de determinados documentos, assinatura de nota fiscal, garantia de validade para cada tipo de certificado.

E ainda, tanto a pessoa Física (e-CPF) quanto a pessoa jurídica (e-CNPJ) podem fazer a devida solicitação e ter esse recurso garantido para ampliar ainda mais os negócios e o mercado como um todo.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 3,00 out of 5)
Loading...